Arrancam voos entre Portugal e a China

O primeiro voo directo entre Portugal e a China partiu hoje em direcção à capital portuguesa. O voo JD459, operado pela Beijing Capital Airlines, partiu hoje de madrugada do Aeroporto Internacional de Pequim rumo ao Aeroporto Humberto Delgado.

O Embaixador de Portugal na China, Jorge Torres-Pereira, participou na cerimónia inaugural do voo, que teve lugar no Terminal 2 do Aeroporto Internacional de Pequim, na tarde de 25 de Julho, tendo embarcado mais tarde no voo que partiu em direcção a Lisboa.

A rota "Hangzhou - Pequim - Lisboa" terá três frequências por semana, às terças, quintas e sábados, e será operada por um A330-200, com capacidade para 260 passageiros. O voo JD459 parte de Pequim por volta da 01:10 e aterra em Lisboa às 07:30; já o voo de regresso, JD460, parte de Lisboa às 10:30 da manhã e chega a Pequim no dia seguinte, por volta das 05:55. O voo entre Pequim e Lisboa demorará cerca de 13 horas; no sentido inverso, demorará 12 horas.

A abertura deste voo preenche não só uma lacuna da aviação, mas reforça também o papel de Portugal como importante plataforma de ligação para a Europa, América Latina e África.

Segundo informações avançadas pela companhia aérea chinesa Capital Airlines à agência Lusa, os primeiros quatro voos entre a China e Portugal estão praticamente esgotados, já no sentido inverso - entre Portugal e a China - a taxa de ocupação ronda os 75%.

Nos últimos anos, o número de turistas chineses em Portugal aumentou exponencialmente. Só em 2016, mais de 183 mil turistas chineses visitaram Portugal - uma subida de 19% comparativamente ao ano anterior. Segundo os dados estatísticos mais recentes, este número continua a aumentar, Portugal recebeu perto 68 mil turistas chineses nos primeiros quatro meses do ano, uma subida homóloga de 28%.

Embaixador Jorge Torres-Pereira

Embaixador Jorge Torres-Pereira