Primeiro voo directo entre Portugal e a China inaugurado em Lisboa

O primeiro voo directo entre Portugal e a China foi inaugurado ontem, 11 de Julho, em Lisboa, na presença do Primeiro-Ministro português, António Costa, e do Presidente do Comité Permanente da Assembleia Popular Nacional da República Popular da China, Zhang Dejiang, que está em Portugal para uma visita oficial desde segunda-feira.

Na cerimónia estiveram também presentes os ministros da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e do Planeamento, Pedro Marques, a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o Embaixador de Portugal na China, Jorge Torres-Pereira, assim como o Presidente do Grupo HNA, Chen Feng, o CEO do Aeroporto de Lisboa, Carlos Larcerda, entre outros.

Durante o seu discurso, o Primeiro-Ministro de Portugal, António Costa, declarou que com a abertura desta ligação, "reforça-se a dimensão de Portugal "como grande 'hub' intercontinental". Para António Costa, a abertura desta rota Lisboa-Pequim-Hangzhou tem ainda um "enorme simbolismo", considerando que esta "é a nova rota da seda do século XXI".

A rota "Lisboa-Pequim-Hangzhou", operada pela Beijing Capital Airlines, do Grupo Hainan Airlines, vai arrancar a partir do dia 26 de Julho com três frequências por semana. Este é também o primeiro voo directo entre Portugal e a China.


Segundo os dados estatísticos mais recentes, Portugal recebeu 19,1 milhões de turistas em 2016 - um aumento de 9,8% em relação a 2015. Já o número de turistas chineses que visitou Portugal no ano passado foi de 183 mil - uma subida de 19% comparativamente ao ano anterior. O número de turistas chineses que visita Portugal continua a aumentar — entre Janeiro e Abril, 68 mil visitaram Portugal, uma subida homóloga de 28%.